Ausnahme gefangen: SSL certificate problem: certificate is not yet valid 📌 Padrão JumpTable com Javascript

🏠 Team IT Security News

TSecurity.de ist eine Online-Plattform, die sich auf die Bereitstellung von Informationen,alle 15 Minuten neuste Nachrichten, Bildungsressourcen und Dienstleistungen rund um das Thema IT-Sicherheit spezialisiert hat.
Ob es sich um aktuelle Nachrichten, Fachartikel, Blogbeiträge, Webinare, Tutorials, oder Tipps & Tricks handelt, TSecurity.de bietet seinen Nutzern einen umfassenden Überblick über die wichtigsten Aspekte der IT-Sicherheit in einer sich ständig verändernden digitalen Welt.

16.12.2023 - TIP: Wer den Cookie Consent Banner akzeptiert, kann z.B. von Englisch nach Deutsch übersetzen, erst Englisch auswählen dann wieder Deutsch!

Google Android Playstore Download Button für Team IT Security



📚 Padrão JumpTable com Javascript


💡 Newskategorie: Programmierung
🔗 Quelle: dev.to

JumpTable Pattern

O padrão JumpTable, em programação, é uma forma de substituir longas sequências de if-else ou switch-case por objetos, tornando o código mais limpo e fácil de entender, a ideia é mapear chaves para funções ou blocos de código.

Basicamente, você cria um objeto que funciona como uma tabela de mapeamento entre chaves e funções. Ao invés de usar vários if-else ou switch-case para decidir qual ação tomar baseada em um valor, você simplesmente usa esse valor para acessar a função correspondente na tabela e executá-la.

Ele pode ser útil em casos onde você deseja organizar múltiplas ações ou comportamentos condicionais de uma forma limpa e eficiente ao mesmo tempo.

Exemplos

Vamos supor que você tenha um aplicativo que executa ações diferentes com base em comandos de texto que recebe, como "create", "edit" ou "delete".

Sem usar JumpTable, você poderia fazer algo parecido com isso:

function runCommand(command) {
  if (command === "create") {
    console.log("Criando item...");
  } else if (command === "edit") {
    console.log("Editando item...");
  } else if (command === "delete") {
    console.log("Deletando item...");
  } else {
    console.log("Comando inválido!");
  }
}

runCommand("create") // Retorna o texto "Criando item..."

Com o padrão JumpTable, o código fica assim:

const commands = {
  create: () => console.log("Criando item..."),
  edit: () => console.log("Editando item..."),
  delete: () => console.log("Deletando item..."),
  default: () => console.log("Comando inválido!"),
};

function runCommand(command) {
  // Se "command" existir dentro de "commands", retorna o item com o nome correspondente
  // Se "command" não existir, retorna o item `default`
  const action = commands[command] || commands.default;

  // Apenas executa a função atribuída a variável
  return action();
}

runCommand("create") // Retorna o texto "Criando item..."
runCommand("new") // Retorna o texto "Comando inválido!"

No exemplo, commands é um objeto que funciona como a nossa JumpTable, mapeando cada comando a uma função específica.

Quando a função runCommand é chamada, ela procura por uma chave dentro do objeto commands que seja correspondente ao valor fornecido. Se o valor existir no objeto commands, ele é retornado, se não existir commands.default será retornado.

Esse padrão é muito útil para tornar o código mais organizado e fácil de expandir. Se você quiser adicionar um novo comando, basta adicionar uma nova chave e função ao objeto commands e é apensa isso, sem a necessidade de modificar a estrutura condicional existente. Ou seja, apenas modificando o objeto commands você é capaz de incluir ou remover novos comandos do seu código.

Aplicando JumpTable no React

Para um aplicativo React, o padrão JumpTable pode ser uma boa alternativa para simplificar a lógica de seleção de comportamentos baseados em condições específicas.

A integração com estados e props, em cenários onde a lógica do componente depende do estado atual ou props recebidas, um JumpTable pode ajudar a decidir qual componente renderizar sem recorrer a múltiplos if-else ou switch-case por exemplo.

Vamos considerar um exemplo prático. Pense em um componente chamado HomePage, cuja função é apresentar diversos estilos de layout para os usuários, variando conforme o tipo de perfil de quem está utilizando o aplicativo:

import { Menu } from "@/components/Menu";
import { AdminPage } from "@/components/AdminPage";
import { ModeratorPage } from "@/components/ModeratorPage";
import { UserPage } from "@/components/UserPage";
import { GuestPage } from "@/components/GuestPage";

// Atribui cada componente a uma chave do objeto
const LAYOUTS = {
  admin: AdminPage,
  moderator: ModeratorPage,
  user: UserPage,
  guest: GuestPage,
}

function HomePage(profile) {
  // Com base no perfil, busca o componente desejado
  const Component = LAYOUTS[profile];

  return (
   <div className="home-page">
    <Menu />
    {/* Renderiza o componente de forma clara e limpa */}
    <Component />
   </div>
  )
}

Este exemplo mostra como um JumpTable pode simplificar e organizar a lógica, eliminando a necessidade de repetidas verificações condicionais dentro do JSX.

Desvantagens

Embora o padrão JumpTable ofereça várias vantagens em termos de simplificação da lógica condicional e manutenção do código, ele também possui suas desvantagens e limitações.

Quando uma JumpTable tem muitas entradas, isso pode afetar a performance, principalmente se não for bem otimizada. Esse problema aparece mais em lugares com poucos recursos ou dispositivos menos potentes.

Adicionar ou remover ações em um JumpTable é fácil, mas ajustá-lo dinamicamente durante a execução, conforme condições imprevisíveis, pode ser complicado e menos direto do que usar métodos condicionais tradicionais.

Para quem é novo ou não conhece bem o padrão JumpTable, o código pode parecer menos claro que o uso de if-else ou switch-case, tornando a aprendizagem mais difícil e podendo complicar a leitura e manutenção do código.

Embora o JumpTable torne o código mais simples, testá-lo pode ser mais difícil se as funções envolvidas forem complexas ou numerosas, exigindo testes individuais para cada função além da lógica de seleção.

Conclusão

O padrão JumpTable é útil, tanto no React quanto no JavaScript. Ele ajuda na hora de deixar a lógica mais simples e direta.

No React, facilita bastante na hora de mostrar coisas diferentes na tela sem complicar e etc. No JavaScript puro, ajuda a arrumar as funções e o que elas fazem, dependendo do que você precisar, sem precisar recorrer ao if-else ou switch-case.

Em ambos os casos, o JumpTable ajuda a deixar o código mais limpo e fácil de entender, sendo um verdadeiro salva-vidas para quem quer trabalhar de modo eficiente e sem dor de cabeça.

...



📌 Padrão JumpTable com Javascript


📈 79.68 Punkte

📌 Implementando o padrão Specification no Node.js com TypeScript


📈 33.24 Punkte

📌 Como mudar o idioma padrão do LinkedIn


📈 33.24 Punkte

📌 V8 Internals for JavaScript Developers (Make Your JavaScript Faster)


📈 14.95 Punkte

📌 JavaScript: Dirty Parts of the Language (aka Maneuvering JavaScript Errors)


📈 14.95 Punkte

📌 JavaScript: Dirty Parts of the Language (aka Maneuvering JavaScript Errors)


📈 14.95 Punkte

📌 A Brief History of JavaScript by the Creator of JavaScript


📈 14.95 Punkte

📌 Why Is JavaScript So Fast? (aka JavaScript Engines - How Do They Even?)


📈 14.95 Punkte

📌 Dynamic Rendering for JavaScript web apps - JavaScript SEO


📈 14.95 Punkte

📌 Top 10 JavaScript Vulnerabilities (aka OWASP Top 10 for JavaScript Developers)


📈 14.95 Punkte

📌 HTML and Javascript Teacher - Code examples in HTML and Javascript.


📈 14.95 Punkte

📌 Javascript: Neue Facebook-Webseite setzt komplett auf Javascript


📈 14.95 Punkte

📌 Low CVE-2020-14063: Tc custom javascript project Tc custom javascript


📈 14.95 Punkte

📌 Demo: Data types in JavaScript [16 of 51] | Beginner's Series to JavaScript


📈 14.95 Punkte

📌 Demo: Objects in JavaScript [44 of 51] | Beginner's Series to JavaScript


📈 14.95 Punkte

📌 Running JavaScript: browser or server [3 of 51] | Beginner's Series to JavaScript


📈 14.95 Punkte

📌 Mozilla Firefox up to 13.0 JavaScript SandBox Utility javascript: URL memory corruption


📈 14.95 Punkte

📌 JavaScript-Experte Crockford: "Wir sollten nicht immer noch JavaScript nutzen"


📈 14.95 Punkte

📌 State of JavaScript: Entwicklung und Akzeptanz von JavaScript im Jahr 2022


📈 14.95 Punkte

📌 Introduction to JavaScript: What is JavaScript and Why is it Important for Web Development?


📈 14.95 Punkte

📌 Mastering JavaScript Screen Capture: Essential Tips for Taking Screenshots | JavaScript Projects


📈 14.95 Punkte

📌 How To Create a Calculator Using HTML CSS & JavaScript | Simple Calculator in JavaScript


📈 14.95 Punkte

📌 Day-10 of Learning JavaScript: Whip Up Weather Wonders: Craft Your Own City-Ready Weather App with JavaScript Magic!


📈 14.95 Punkte

📌 JavaScript Tutorial Series: Introduction to JavaScript events.


📈 14.95 Punkte

📌 Javascript - OOP with Javascript


📈 14.95 Punkte

📌 JavaScript Course in Spanish – Learn JavaScript for Beginners


📈 14.95 Punkte

📌 JavaScript Game Tutorial – Build a Stick Hero Clone with HTML Canvas + JavaScript


📈 14.95 Punkte

📌 Alarm App JavaScript | With Multiple Alarm Feature | JavaScript Project


📈 14.95 Punkte

📌 JavaScript Game Dev Tutorial – Build Gorillas with HTML Canvas + JavaScript


📈 14.95 Punkte

📌 V8 JavaScript engine — Understanding JavaScript API Requests and Responses in the Data Fetching lifecycle


📈 14.95 Punkte

📌 How Much JavaScript is Enough JavaScript to Learn React? 🤔


📈 14.95 Punkte

📌 👨‍💻 Splice method in JavaScript : Unveiling the Magic of JavaScript Arrays


📈 14.95 Punkte

📌 JavaScript console methods for better debugging - 🔮 Unlocking JavaScript Magic


📈 14.95 Punkte

📌 Für Profis: Validierungs-Tools für HTML, CSS, Javascript


📈 7.47 Punkte











matomo